facebook pixel
Menu

Maria Aparecida de Lima Silva, a Cida, herdou a tradição da louça cabocla do seu bisavô, inovou e criou as cabeças denominadas de “Cabeças de Cida”. Foi reconhecida como Mestra Cida Lima pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB). Moradora do Sitio Rodrigues, distrito de Belo Jardim, no Agreste, começou a fazer objetos de cerâmica com 7 anos de idade.